Sustentabilidade das exportações de componentes em risco

8 JANEIRO AFIA COMPONENTES AUTOMOVEIS EXPORTAÇAO

As exportações de componentes para a indústria automóvel não param de aumentar. O crescimento médio anual desde 2010 situa-se entre 5 e 10% e, em 2018, até outubro, a subida já ia em 7%. 

A Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (AFIA) teme, porém, pela sustentabilidade futura deste crescimento.

O Brexit, o menor crescimento das vendas automóveis nos mercados mais compradores ao setor (Europa), o protecionismo económico, as regulamentações mais rigorosas em termos de emissões dos veículos e aumento de soluções de mobilidade são os fatores do receio da indústria nacional.

“Todos estes fatores, quer cada um individualmente, quer no seu conjunto, estão a alterar significativamente a envolvente em que operam os fabricantes de componentes para a indústria automóvel. A AFIA e os agentes do setor estão a acompanhar esta evolução com atenção e apreensão”, salienta a AFIA.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados
24 JULHO RENAULT ZOE
Saber Mais

Renault ZOE chega mais longe

A Renault operou uma renovação ao ZOE, o seu utilitário elétrico. A mais marcante é a autonomia que…
7 AGOSTO DS ELETRIFICAÇAO
Saber Mais

DS inicia eletrificação em Portugal

A DS Automobiles deu início à comercialização da sua gama eletrificada E-TENSE em Portugal, o que irá acontecer…