[rank_math_breadcrumb]

Tecnologia Automóvel e as suas origens

tecnologia

A invenção pressupõe sempre um aproveitamento e aperfeiçoamento daquilo que já existe. Venha descobrir qual a origem dos carros elétricos e híbridos, das luzes auxiliares em curvas, dos botões start and stop, dos biocombustíveis e dos sistemas de navegação.

1.  Luz auxiliar em curvas

Há dois sistemas que iluminam a curva para onde o condutor pretende ir. O mais simples é o cornering light, que acende só um dos faróis de neblina quando o condutor gira o volante ou aciona os piscas. A primeira marca a ter este sistema foi a Cadillac, em 1962.

O segundo sistema diz respeito aos faróis direcionais ou adaptativos. Neste caso, o conjunto ótico move-se de acordo com a curva e baixa a direção da luz para não encadear os condutores que circulam em sentido contrário. O Tucker Torpedo de 1948 já tinha algo semelhante. O terceiro farol, no centro do veículo, acompanhava o movimento do volante, apontando para a respetiva curva.

2. Carros híbridos

Várias marcas enchem-se de orgulho por vender modelos híbridos, mas esse tipo de tecnologia já existe há 120 anos. O primeiro modelo automóvel foi apresentado no Salão de Paris de 1901 por Ferdinand Porsche.

Este veículo híbrido tinha dois motores elétricos, cada um deles embutido numa roda dianteira. Estes eram acionados por baterias, que eram por sua vez recarregadas por dois pequenos motores de um cilindro. Apesar do conceito ser inovador, acabou por ser esquecido até 1997, ano em que a Toyota lançou o modelo Prius.

3. Botão Start and Stop

Ainda hoje há automóveis que não oferecem esta opção, mas a tecnologia já existe há mais de 100 anos.  A Cadillac introduziu essa novidade em 1912. A diferença é que na época servia como sistema de segurança, uma vez que o arranque a manivela podia quebrar um braço ou fracturar o crânio.

4. Biocombustíveis

Henry Ford dizia em 1925 que o álcool seria o combustível do futuro. Fascinado pelo combustível vegetal, ele criou o Modelo T que circulava a gasolina ou querosene, um produto barato e acessível utilizado na produção de whiskey.

Rudolf Diesel também desenvolveu esta tecnologia, chegando mesmo a construir alguns motores que funcionavam a óleos vegetais.

5. Sistema de navegação

Com a popularização dos sistemas multimédia, ter um GPS dentro do automóvel passou a ser cada vez mais comum. O que pouca gente sabe é que a Honda já tinha um sistema semelhante em 1981. Analógico, claro!

Havia uma folha plástica com mapa impresso que ficava dentro de um monitor iluminado. Conforme o veículo circulava, um conjunto formado por sensores de direção, hodómetro e giroscópio fazia o carro se mover no painel.

6. Veículos elétricos

Considerando que os veículos elétricos representam ainda uma pequena percentagem da frota mundial, é quase inacreditável pensar que no início do século passado eles eram bastante frequentes nas grandes cidades.

O primeiro serviço de táxi assente nesta tecnologia, por exemplo, surgiu em Londres em 1897. Em Nova York, estes carros chegaram a representar 90% dos táxis da cidade em 1899.

Por serem caros e terem baixa autonomia, estes carros eram utilizados em meio urbano, sobretudo, pelas empresas e pelas mulheres, que viam nesta tecnologia uma opção mais segura do que a manivela.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados
6 DEZEMBRO OPEL CORSA 1
Saber Mais

Novo Opel Corsa no mercado nacional

A sexta geração do Opel Corsa já está nos concessionários portugueses da marca. O modelo chega com oferta…