Automóveis clássicos importados têm ISV mais baixo em 2021

CLÁSSICOS
(Foto: Clem Onojeghuo)

Os fãs dos clássicos têm agora motivos para sorrir. Com o atual Orçamento de Estado, todos os automóveis importados, com mais de 15 anos, passam a ter uma redução de 80% no ISV (Imposto Sobre Veículos).

Até 2020 todos automóveis com data da primeira matrícula posterior a 1 de Janeiro de 1970 importados da UE sofriam uma grave penalização. Todavia, com a actual redução de 80% na tabela de componente ambiental, estes clássicos passam a ter um valor mais baixo a pagar, mais próximo dos automóvel anteriores a 1970.

Todos os carros matriculados antes de 1970, não são afectados pela tabela da componente ambiental, já que neste caso o cálculo do ISV varia apenas conforme a cilindrada.

Exemplos de clássicos avançados pela revista ACP (Automóvel Clube de Portugal)

clássico mini 1000
(Fonte: Toyota Newsroom)

1.  Mini 1000 (998 c.c. e CO2 estimado de 150 g/km), com matrícula posterior a 1 de Janeiro de 1970:

Em 2020 pagava 1897,76€ de ISV. Contudo, em 2021, passa a pagar 414,46€. No caso de ser proveniente de um país que não faz parte da União Europeia terá que pagar 2072,34€ de ISV.

 

clássico Jaguar
(Foto: Phillippe Ousel)

2. Jaguar E-Type 4.2 (4235 c.c. e CO2 estimado de 370 g/km), com  matrícula posterior a 1970:

Pagava, até então, 41.899,01€. Porém, em 2021, passa a pagar apenas 10.923,32€. Quando importado fora da União Europeia o valor do ISV será 54.616,61€.

 

CLÁSSICOS Porsche 911
(Foto: Oli Woodman)

3. Porsche 911 (1990 c.c. e CO2 estimado de 270 g/km), com matrícula posterior a 1 de Janeiro de 1970:

Até 2020, pagava 20.971,09€. Mas, a partir de 2020, passa a pagar 4913€. Caso venha de um país fora da União Europeia o valor de a pagar de ISV é 24.565,01€.

 

Clássicos Alfa Romeo 1600 GT
(Fonte: Unsplash)

4. Alfa Romeo 1600 GT (1570 c.c. e CO2 estimado de 190 g/km), com matrícula posterior a 1970:

Antes pagava 5919,09€ de ISV. No entanto, com a nova medida passa a pagar 1561,23€. No caso de importação de um país que não faça parte da União Europeia, terá que pagar 7806,13€ de ISV.

 

Ainda em relação aos automóveis clássicos, é bastante frequente os proprietários terem dúvidas quanto à obrigatoriedade do seguro, mesmo quando parado e em processo de restauro. A resposta é sim. Embora o carro não esteja a circular, o seguro continua a ser obrigatório. Caso não esteja disposto a pagá-lo, pode sempre suspender a matrícula durante um período de tempo e voltar a ativá-la depois.

Se é um fã de clássicos, descubra aqui quais são os mais procurados em Portugal.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados