[rank_math_breadcrumb]

Automóveis passam a ter 3 funções alternativas

trabalho remoto nos automóveis nissan
Muitos passaram a utilizar os automóveis como escritórios durante a quarentena, como fuga à azáfama doméstica. (Foto: Andrew Neel)

Os automóveis já não são apenas usados para nos deslocarmos. Com a pandemia, vários foram aqueles que viram no automóvel um escape à realidade, um ambiente de trabalho e até mesmo um local de tratamento.

Ao longo destes meses, a pandemia acelerou as alterações comportamentais e o surgimento de novas necessidades que têm desafiado o nosso quotidiano. E a tecnologia muito tem ajudado nas novas soluções, promovendo respostas mais eficientes em áreas chave da sociedade e abrindo portas para um futuro mais ligado e com um alto potencial de inovação.

Segundo os especialistas, os automóveis deixaram de ser apenas um meio de transporte, mas um espaço onde se passa mais tempo, como uma segunda casa. O facto de as pessoas conduzirem com menos frequência fará com que os automóveis venham a ser construídos de uma forma diferente, mais focada novas necessidades dos utilizadores.

1. Ambiente de trabalho

trabalho remoto nos automóveis nissan

Para alguns o teletrabalho tem sido uma verdadeira dor de cabeça. A partilha de espaços de trabalho com as crianças, a separação entre a vida pessoal e profissional e o cumprimento de todas as tarefas parecem ser impossíveis de alcançar. Como fuga ao barulho e azáfama doméstica, muitos passaram a utilizar os automóveis como escritórios durante a quarentena.

A pensar nestes desafios vividos à escala global, a Nissan apostou na ideia de levar o escritório para o lugar ideal e lançou o seu conceito de veículo-escritório, com um módulo preparado para que a pessoa possa trabalhar com conforto onde bem entender, com a vista e o silêncio desejados.

O modelo promotor do nomadismo digital é o  Nissan Office Pod, que consiste numa versão modificada do modelo  NV350 Caravan, lançado em 2012. De momento, ainda não existe um valor definido nem uma data de lançamento para o público. Todavia, a empresa nipónica pondera vir a vender algumas das peças que compõem o Nissan Office Pod, enquanto este não esteja disponível para venda. Saiba mais sobre o Nissan NV350 Caravan Office Pod no vídeo abaixo, divulgado pelo canal Insane Fact.

Os automóveis já não são apenas usados para nos deslocarmos. Com a pandemia, vários foram aqueles que viram no automóvel um escape à realidade, um ambiente de trabalho e até mesmo um local de tratamento.

 2. Local de entretenimento

música nos automóveis nissan

Em Março do ano passado a música nas varandas era um divertimento, mas à medida que a obrigatoriedade do trabalho remoto foi aumentando, passou a ser um martírio. Se na primeira fase da pandemia todos tivemos a oportunidade de aprender e praticar um instrumento musical, agora vemos essa liberdade condicionada, quer por quem vive connosco, quer pelo vizinho do lado.

Mais uma vez, os automóveis mostraram ser a melhor solução. A acústica não é má e através dos sistemas de entretenimento dos automóveis já é possível conectar-se à internet e assistir às aulas de música, ver tutoriais e ter acesso a inúmeras partituras, enquanto se praticam escalas e acordes.

Ciente destas novas necessidades, Andrew Poliak, Chief Technology Officer da Panasonic Automotive,  afirmou  na CES 2021 que a tecnologia presente nos veículos vai permitir, no futuro, partilhar entretenimento com os familiares, salientando que o áudio e outras funcionalidades premium vão fazer parte dos sistemas dos automóveis. Destaca ainda que os automóveis são cada vez mais um instrumento social, utilizados para as férias e  que, por esse motivo, as pessoas necessitam de sistemas de infontaiment mais complexos e completos.

3. Posto de tratamento

testes covid nos automóveis

Durante a pandemia, os automóveis revelaram-se também um local de cura física e psicológica.

A ansiedade vivida não se prende apenas com a vontade de sair de casa, mas também com a necessidade de ter o seu próprio espaço. É verdade que precisamos de nos sentir conectados com os outros, de saber que existem pessoas que cuidam de nós e de quem cuidamos, mas também precisamos de tempo para ficar sozinhos. Tempo para aliviarmos a pressão do que temos para fazer e focarmo-nos no nosso bem-estar psicológico.

Na tentativa de escape à realidade, os automóveis oferecem o espaço necessário para meditar, dormir, ler um livro, ouvir música, ver um filme ou degustar um copo de vinho.

No que diz respeito à cura física, alguns jornais relataram que tanto o rastreamento à Covid-19 como o tratamento dos pacientes chegaram a feitos dentro dos automóveis, quando a pandemia atingiu o seu pico mais elevado. Com os serviços de saúde a atingir a capacidade máxima, países como o Líbano viram-se obrigados a tratar os doentes covid dentro dos seus automóveis, nos parques de estacionamento e imediações dos hospitais.

“Não tínhamos espaço no hospital, nem sequer tínhamos macas suficientes. Durante três ou quatro dias em Janeiro, tratamos os pacientes Covid dentro dos seus carros, no estacionamento. Colocámos extratores de oxigénio móveis no estacionamento e estávamos fazendo testes de sangue e exames nos carros. Fizemos o melhor que podíamos.”, afirma o Dr. Andre Kozaily, Diretor do Hospital Governamental de Bouar, na cidade de Kesrouane que fica a 30 minutos de capital.

1 Shares:
1 comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados