[rank_math_breadcrumb]

O novo Lexus NX é um SUV revolucionário

Lexus NX

O Lexus NX chegará a Portugal no início de 2022, mas as pré-reservas já começaram. O novo SUV premium acrescenta um “plug-in” à versão híbrida e mudou 95% das peças. Embora o nome se mantenha, o automóvel pouco tem que ver com a geração anterior. 

Lexus NX

Neste mundo sedento de SUVs, a Lexus decidiu mudar quase tudo na segunda geração do NX. Segundo a marca, 95% das peças são novas e até a plataforma sofreu alterações. Estes novos Lexus serão construídos sob a GA-K, a plataforma que oferece maior rigidez estrutural e que é também utilizada no novo Toyota RAV4.

Por fora, a grelha típica da Lexus está ainda maior, embora com um visual modernizado. Os faróis LED são mais esguios, o que fez com que o modelo ganhasse maior distância entre-eixos e possibilitasse a colocação das rodas mais próximo dos extremos da carroçaria.

A nível de estilo, a maior mudança é mesmo na zona traseira. As vias são mais largas, os ombros sobre as rodas estão mais destacados e a zona do habitáculo é mais baixa. As jantes vão até às 20”. De uma forma geral, podemos afirmar que o novo Lexus Nx está mais elegante e “possante”, uma sensação que ganha destaque sobretudo na vista traseira, com luzes de formato mais apelativo.

Por dentro, o parece ter havido uma grande revolução. O painel de instrumentos é digital e o tablier está mais orientado para o condutor, sobretudo o novo ecrã tátil central de 14 polegadas. O software é mais rápido, tem comando por voz com o “prompt” “Hey Lexus!” e o impreciso “touchpad” deixou de existir.

A posição de condução também foi melhorada. Os botões do volante são mostrados no Head Up Display, apenas quando se lhes toca, de modo que o condutor não tenha que desviar os olhos da estrada. No que toca ao sistema de segurança e de assistência à condução, foram feitas melhorias e, segundo a marca, passará a fazer parte de todas as versões.

Outra das novas funcionalidades está nos fechos interiores das portas, que são elétricos e estão coordenados com o sensor de trânsito. Caso seja detetado um veículo a aproximar-se, no momento da abertura de portas, o sistema bloquei-as impedido um eventual acidente.

Um híbrido de dupla escolha

Na Europa e em Portugal vão estar disponíveis duas versões, um full hybrid e um híbrido plug-in, ambos com o motor 2.5 de quatro cilindros.

O primeiro recebe a designação 350h e está disponível em versões com tração mecânica à frente ou às quatro rodas. Emprega um sistema híbrido de quarta geração, com 242 cv de potência máxima combinada.Tem ainda uma nova bateria de iões de Lítio que anuncia a aceleração 0-100 km/h em 7,7 segundos e uma autonomia de 155 km/h.

Já a versão plug-in, pela primeira vez na Lexus, recebe a designação 450h+. A potência máxima combinada é de 306 cv, anunciando os 0-100 km/h em 6,0 segundos, e autonomia é de 63 Km.

Para alguns mercados, como o da Rússia, vão estar disponíveis duas versões não híbridas, sempre com o mesmo motor: o Lexus NX 250, com 199 cv e o NX350, o único com turbocompressor e 279 cv.

1 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados