[rank_math_breadcrumb]

Kenguru: o elétrico para portadores de mobilidade reduzida

Kenguru elétrico

O Kenguru é a nova solução de mobilidade elétrica específica para aqueles que têm mobilidade reduzida. Este modelo citadino, produzido no Reino Unido, apesar de não ser o mais rápido do mercado, promete maior conforto e facilidade de deslocação para longas distâncias.

Num mercado inovador e competitivo, o Kenguru destaca-se dos demais. Não é o carro elétrico mais rápido ou com maior autonomia, mas é o primeiro carro elétrico exclusivo para utilizadores de cadeiras de rodas.

O Kenguru tem apenas uma porta – localizada em todo o painel traseiro – e destina-se a um único passageiro. Ao pressionar um botão, a porta abre-se e surge uma rampa para fácil acesso.

Em vez de volante e pedais, este modelo utiliza botões de aceleração e travagem e comandos direcionais. Para além disso, conta ainda com mecanismo de travagem para cadeira de rodas, o que aumenta a segurança dentro do veículo.

O Kenguru é considerado leve para um carro compacto, pesando em média 1300 kg. Na verdade, é tão leve que cai na categoria da scooter elétrica. Tanto é assim que os passageiros nem precisam de carta de condução para usá-lo.

Em geral, o Kenguru não compartilha as especificações competitivas de carros elétricos típicos, cavalos de força incluídos – ele atinge uma velocidade máxima de 28 mph e alcança cerca de 109 km. No entanto, é uma opção viável para percorrer longas distâncias.

As vantagem não se ficam por aqui. O Kenguru tem também um preço mais acessível que os restantes veículos acessíveis a cadeiras de rodas. Enquanto que os habituais automóveis adaptados custa, entre 40 000 € e 100000 €, este custa apenas 25 000 €.

O aparecimento deste automóvel é um sinal positivo para o mercado de veículos elétricos. À medida que estes veículos elétricos de nicho aparecerem, os carros elétricos como um todo serão ainda mais atraentes.

Em suma, O Kenguru pode ser um carro pequeno, mas representa um grande passo à frente.

1 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados
Saber Mais

Bosch vê futuro no diesel

A Bosch está a desenvolver várias tecnologias de motorizações para veículos do transporte rodoviário de mercadorias e não…