Bruno Ferreira: A importância da transformação digital na gestão de frotas

digital

Numa entrevista ao Diretor de Transformação da LeasePlan Portugal, Bruno Ferreira, ficámos a saber quais os principais desafios face ao “novo normal” e como a empresa de frotas caminha para a digitalização.

Nos últimos anos, a LeasePlan tem vindo a apostar e a investir na digitalização e desenvolvimento dos seus canais digitais. De momento, existem já algumas plataformas disponíveis para os clientes, como a Oficina Fácil, o Portal My Fleet, o My LeasePlan e a Mobile App. Mas vêm aí mais novidades…

Imagem1 e1616676263532
Diretor de Transformação LeasePlan

“A Transformação Digital é muito mais que uma tendência ou a implementação de ferramentas. Obriga a um investimento, a uma transformação na organização, nos seus sistemas, processos e estrutura organizacional.”

Bruno Ferreira

Estratégia digital

Em 2019, o Grupo LeasePlan apresentou a sua estratégia de transformação digital, sendo depois confirmada com o lançamento da NGDA – “Next Generation Digital Architecture”.

Esta estratégia tem duas dimensões: Uma focada na nossa arquitectura aplicacional (NGDA), com uma visão mais interna de substituição das nossas ferramentas e a outra dimensão com um foco claro externo. Ou seja, na experiência de cliente e condutores com base nas “costumer journeys”.

Enquanto a primeira está focada na criação de eficiências internas e na melhoria da qualidade do serviço, cria também as condições para a segunda dimensão. E nesta, permite fornecer aos clientes, condutores e parceiros as ferramentas de self-service que necessitam para interagir de forma natural e eficaz com os serviços.

A conjugação de ambas permitirá aos stakeholders escolher a forma como se querem relacionar com a LeasePlan, sempre com um foco na experiência e satisfação.

No que diz respeito à centralização ou dispersão das diferentes ferramentas, a Leaseplan reforça que todas as decisões serão feitas tendo por base os objectivos das soluções e o impacto na experiência dos stakeholders.

Ou seja, em determinados casos haverá uma integração – com benefícios para os nossos clientes e condutores – mas sempre que fizer sentido do ponto de vista do cliente existir plataformas especificas irão mantê-las. Tendencialmente haverá uma integração, não apenas entre canais, mas com os sistemas internos.

Os objetivos

O objetivo principal  da Leaseplan continua a ser a melhoria da experiência dos clientes, condutores, parceiros, fornecedores e colaboradores. Para tal é necessária a criação de processos mais eficientes, ágeis, com elevado nível de automação, tendo em foco a “experiência do utilizador”.

Para Bruno Ferreira, a transformação digital é um processo melhoria continuo e nenhuma empresa pode parar a sua evolução. Sobretudo, quando pretende competir num mercado onde os consumidores são cada vez mais exigentes e as necessidades se alteram a um ritmo alucinante.

Acrescenta ainda que, apesar de a experiência ser bastante positiva, é essencial continuar a importante ouvir os stakeholders e incorporar os seus feedback no roadmap da empresa.

Deste modo, a gestão da mudança tem de ser vista como uma peça fundamental desta transformação digital. permitindo apoiar as alterações necessárias e facilitando a transição para uma organização mais fluida e melhor preparada para os desafios futuros.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados
03 MAIO ACEA VENDAS EUROPEIAS
Saber Mais

Mercado trava em fevereiro

O mercado português de automóveis ligeiros (veículos de passageiros e comerciais) caiu 9% em fevereiro, segundo os dados…