Renault Mégane híbrido plug-in chega no verão

20 FEVEREIRO RENAULT MEGANE RESTYLING

O Renault Mégane foi alvo de melhorias e a alteração mais importante é invisível a olho nu: a motorização híbrida plug-in. O renovado modelo francês será comercializado a partir do verão.

Se em termos estética exterior a única alteração são os novos faróis LED Pure Vision, o interior do renovado Mégane passa, tal como Clio, Captur e ZOE, a integrar o novo painel de instrumentos digital de 10,2 polegadas, bem como o sistema multimédia EASY LINK de 9,3 polegadas.

Estarão, além disso, disponíveis novos sistemas de ajuda à condução, entre os quais, o Sistema de Assistência em Trânsito e Autoestrada, uma tecnologia de condução autónoma de nível 2 (também disponível nos recentes Clio e Captur).

 

Até 65 km 100% elétricos

A principal novidade do Renault Mégane é, porém, a já referida motorização híbrida recarregável E-TECH plug-in de 160 cv. O sistema recorre a um motor 1.6 a gasolina de quatro cilindros, associado a dois motores elétricos e uma caixa de velocidades multimodo sem embraiagem.

Com uma bateria com uma capacidade de 9,8 kWh (400V), o Renault Mégane E-TECH Plug-in pode circular em modo 100% elétrico até aos 135 km/h. A autonomia elétricos é, de acordo com o construtor francês, de 50 km em ciclo misto e 65 km em ciclo urbano (em ambos os casos pelas normas WLTP).

Ainda no campo das motorizações, realce para o facto do Mégane RS passa a ter uma única motorização 1.8 turbo a gasolina de 300 cv (280 e 300 antes). Nota ainda para, em termos de níveis de equipamento a RS Line substituir a anterior GT Line.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados
27 DEZEMBRO UBER SEGURANÇA
Saber Mais

Uber reforça segurança na app

A Uber acaba de lançar, em Portugal, um sistema de Verificação de Identidade em Tempo Real. Uma nova…