Renault Alpine em risco

RENAULT ALPINE EM RISCO

A Alpine, que regressou em 2018 com o desportivo A110, pode estar em risco. A fábrica de Dieppe (França) vai ser reestruturada, que pode ditar o fim dos desportivos da marca francesa.

Jean-Dominique Senard, Chairman do Grupo Renault, não se compromete, para já, com o futuro da Alpine. “Teremos de olhar de forma muito séria para o futuro desta marca, para vermos como pode continuar a trazer o seu valor acrescentado ao grupo. Teremos de ver este assunto com Luca de Meo, porque é uma questão de visão estratégica para esta marca, sobre como poderemos continuar a tê-la no grupo e como poderemos tirar vantagem do seu valor”, avançou o executivo na conferência de imprensa.

“Em relação à fábrica de Dieppe é óbvio que não podemos continuar como hoje. Esta fábrica não produz o número suficiente de veículos para podermos considerar o futuro de forma serena. Tal como fizemos com a Brittanny, discutiremos com todos stake holders, incluindo as autoridades locais, e veremos como podemos continuar a acrescentar valor à fábrica de Dieppe – já que esta integra pessoas que são apaixonadas pela Alpine e todos sabemos da excelente reputação da Alpine. Há muita competência nesta fábrica que temos de assegurar que é usada de forma produtiva. Vamos pensar nisso em conjunto, mas não podemos manter o status quo, isso é claro”, afirmou Senard.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados