[rank_math_breadcrumb]

9 dicas para que os pneus do seu carro durem mais

pneu carro

Como qualquer outro componente do automóvel, a correta manutenção dos pneus do carro podem aumentar a sua vida útil. Segundo a Goodyear, há um conjunto de precauções que deve ter em consideração. 

1. Prepare e limpe os pneus

Se pretende que os pneus do seu automóvel durem mais tempo, o primeiro passo é proceder à limpeza regular. Use um pano húmido (ou uma esponja) para remover a sujidade, o sal e o pó dos travões que se acumulam nos pneus e evite assim a sua corrosão. Não recorra aos jatos de água de alta pressão, pois com o passar do tempo estes acabam por danificar as paredes laterais dos pneus.

Caso queira que estes fiquem mais pretos e brilhantes, basta passar um reparador sem solventes. Para além de dar um aspeto mais cuidado também irá proteger a borracha da radiação ultravioleta.

Posto isto, verifique o estado dos pneus. Tenha especial atenção às fendas e ao desgaste desigual. Lembre-se que as marcas presentes nos pneus devem ter, por segurança, uma profundidade de 3mm. Para saber se cumpre o requisito, coloque uma moeda de 1€ na ranhura e veja se o limite do pneu coincide com a barra da moeda. Se a profundidade for inferior, é hora de trocar.

2. Eleve o carro

Esta dica poderá ser mais difícil de aplicar, uma vez que a maioria das pessoas não tem à sua disponibilidade equipamentos que permitem a elevação do carro. Mas caso o carro já esteja parado há vários meses ou anos, esta é uma medida a ter em consideração, pois só assim conseguirá perceber se os pneus estão ou não achatados.

Pneus achatados comprometem não só a condução, como também o conforto e segurança dos passageiros.

3.Encha os pneus

A pressão dos pneus deverá ser verificada uma vez por mês, e sempre antes das viagens com carga completa. Apesar de muitos veículos estarem equipados com sistemas eletrónicos de controlo da pressão dos pneus (TPMS), a pressão deve também ser controlada manualmente.

Se não utilizou o carro durante a pandemia, é possível que tenha de encher os pneus antes de se fazer à estrada. É normal que seja necessário colocar mais ar do que o habitual, uma vez que a manutenção não foi feita durante meses. Todavia, certifique-se que não coloca pressão a mais.

O excesso de pressão pode colocá-lo em situações de perigo, pois contribui para um maior desgaste da parte interna do pneu, aumentando assim a probabilidade de rompimento.

Para saber qual a pressão máxima, basta ler com atenção a informação que consta no pneu.

4. Mova o carro

Pode parecer estranho, mas se tiver o seu automóvel parado deverá movê-lo a cada 2 semanas. Este procedimento é uma prevenção para o achatamento dos pneus.

Para o fazer, tem apenas de destravar o travão de mão e colocar a caixa de velocidades em ponto morto. A partir daí é só empurrá-lo uns centímetros, para a frente ou para trás, de forma a que a zona de apoio do pneu não seja a mesma.

Também poderia fazê-lo com o automóvel ligado, mas nós não recomendamos, pois estará a forçar a bateria do automóvel a um gasto desnecessário.

5. Mantenha o carro na sombra

Para além de preservar a pintura e o interior do habitáculo, a sombra também ajuda na manutenção dos pneus, protegendo-os  dos raios ultravioletas e da temperatura externa.

6. Coloque calços nas rodas

Existem calços de vários tamanhos, materiais e preços. Nós aconselhamos os blocos individuais de espuma, que se adaptam  às mudanças de temperatura e à oscilação do solo, bem como a aliviam a pressão dos pneus.

7.Faça uma revisão geral rápida

Uma observação atenta do seu carro poderá salvá-lo de eventuais problemas futuros. Por esse motivo, quando estiver a inspecionar os pneus, aproveite e confira também o estado dos travões. Quando um carro fica muito tempo sem ser utilizado, a tendência é para que os discos de travão “colem”.

Caso isto se verifique, terá de substituí-los antes de voltar a circular com o seu carro.

8.Melhorar os hábitos de condução

Bons hábitos de condução também reduzem a necessidade de comprar pneus novos com frequência.

Uma condução suave e cuidadosa, evitando as imperfeições da estrada, beneficiará a vida útil dos pneus e garantirá uma melhor performance.

Já as acelerações e travagens bruscas e a condução agressiva sobre bandas sonoras e buracos, contribuem para a deterioração do estado dos pneus.

9. Rodar os pneus

pneu carro

Sabemos que os pneus dianteiros acabam por ter um maior desgastes que os pneus traseiros.  Por forma a prolongar a sua vida útil, muitos condutores acabam por trocá-los de posição.

Os períodos de rotação  dos pneus varia de acordo com a carga, a distância, a frequência e a velocidade de condução. Mas, por norma, quanto maior o esforço diário do carro, maior a necessidade de rotação. O desgaste desigual da banda de rolamento do pneu, tal também poderá ser um indicador da necessidade de rotação.

Esta medida é, de facto, bastante vantajosa, porém não é válida para todos os carros.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados
24 JULHO RENAULT ZOE
Saber Mais

Renault ZOE chega mais longe

A Renault operou uma renovação ao ZOE, o seu utilitário elétrico. A mais marcante é a autonomia que…
31 DEZEMBRO DAKAR 2020 ARABIA SAUDITA
Saber Mais

Dakar 2020 na Arábia Saudita

A 42.ª edição da prova rainha do Todo-o-Terreno fará a sua estreia na Arábia Saudita. O percurso partirá…
NOVOS SINAIS TRANSITO 2
Saber Mais

Três novos sinais de perigo

A segurança rodoviária, pelo seu impacto social e económico, é um tema que seguimos com muita atenção. Como…