Manutenção de carros elétricos. Fique a saber o essencial

iStock 1199639793

Os automóveis elétricos estão na ordem do dia, tantas são as vantagens que oferecem. Mas como é normal há ainda algumas duvidas relacionadas com a sua utilização. A manutenção é um exemplo. “Como se faz a manutenção de um carro elétrico? Quanto custa?”.

A manutenção de um automóvel elétrico é mais simples, menos frequente e mais económica. A simplicidade está relacionada com o sistema do motor elétrico, que tem menos componentes móveis. A simplicidade é mesmo o elemento central de todos os elementos ligados à manutenção de um elétrico.

A necessidade de manutenção é também menos frequente porque não há tantos componentes com um desgaste regular – como por exemplo: o óleo do motor. Alguns componentes sofrem um desgaste inferior nos automóveis elétricos como veremos mais adiante. O mecanismo elétrico tem menos componentes móveis. Para além de tornar a manutenção mais simples, também a torna mais económica porque há menos componentes a exigir “cuidados”, reparações ou substituições.

Manutenção de um carro elétrico: guia completo

Para compreender como é que a manutenção se torna mais simples e económica, é necessário entender o mecanismo do carro elétrico e do carro tradicional.

Design de um motor elétrico vs combustão

O motor elétrico – ao contrário do tradicional – é mais simples. Ou seja, tem menor número de peças móveis na sua constituição. Um motor de centenas de componentes móveis que exigem uma manutenção. Em contrapartida, um elétrico tem um número bastante inferior. Abaixo percebe-se bem a diferença entre componentes. Numa lista de oito componentes, apenas dois estão presentes no mecanismo de um motor elétrico.

Componentes num motor elétrico (x) vs combustão (✓)

Componente Motor Elétrico Motor a Combustão
Filtro do ar ☓ ✓
Filtro de combustível ☓ ✓
Velas ☓ ✓
Filtro do óleo ☓ ✓
Correias de distribuição ☓ ✓
Filtro de ar do habitáculo ✓ ✓
Óleo motor ☓ ✓
Pastilhas dos travões ✓ ✓

Ainda que a sua manutenção seja mais simples e económica, o carro elétrico deve fazer manutenção a cada 12 meses ou 15.000km. Para funcionarem corretamente, os motores de combustão precisam de um filtro de combustível, filtro de ar, filtro de óleo, óleo de motor, e outros componentes que um elétrico não precisa. Até a caixa de velocidades tem um funcionamento e componentes diferentes.

Muitos destes componentes exigem uma manutenção regular (óleo de motor, filtro de combustível, entre outros). A manutenção está relacionada com o número de quilómetros que percorre. Portanto, quanto mais usa o carro, mais manutenção ele precisa.

Como a lista de elementos presentes no motor tradicional é maior do que no elétrico, a frequência com que visita a oficina também o vai ser. Além disso, alguns dos componentes comuns aos dois motores têm um desgaste inferior no motor elétrico, como é o exemplo das pastilhas dos travões.
Os veículos elétricos utilizam um sistema de travagem regenerativo que só recorre às pastilhas de travões em travagens bruscas e agressivas. Nas travagens mais suaves, as pastilhas são poupadas e o sistema aproveita a travagem para repor energia elétrica para a bateria do carro.

As manutenções, também conhecidas como revisões dos carros, requerem a substituição de várias peças e produtos, tais como: filtros de ar, combustível e óleo, pastilhas de travões, óleo de motor, entre muitos outros. Estas revisões dos componentes mais comuns atingem valores entre 200€ a 250€. Até há casos em que os valores são superiores aos referidos, mas tudo irá depender de alguns fatores (apresentados posteriormente).

Custo das revisões

Nos elétricos, este custo tende a ser bastante inferior, uma vez que grande parte dos componentes não existem. Mas os custos da revisão e manutenção dependem de vários fatores, como por exemplo:
• Marca e modelo;
• Tipo de motor (gasolina, diesel, elétrico, híbrido);
• Componentes e o seu desgaste;
• Tipo de condução;
• Estradas onde circula.

3 Cuidados a ter com a bateria

Como é uma tecnologia inovadora e recente, o diagnóstico e reparação do automóvel devem ser realizados por profissionais certificados e com equipamentos especializados.
Aquele que será, certamente, o maior custo num carro elétrico é a substituição da bateria. Mas num carro tradicional a substituição do motor também é uma operação bastante dispendiosa.

Apesar da substituição da bateria ser um acontecimento raro, há três boas práticas que para aumentar a vida útil da bateria de um carro elétrico:
1. Proteger o carro de temperaturas extremas – que aumentam a deterioração das baterias;
2. Evitar o descarregamento total da bateria. Isto faz com que a bateria se degrade e perca a sua capacidade;
3. Evitar usar demasiadas vezes os postos de carregamento rápidos. Sempre que possível, privilegie a carga lenta.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados