Covid-19 fez cair produção automóvel em março

ACAP PRODUÇAO AUTOMOVEL MARÇO

A produção automóvel em Portugal em março sofreu um decréscimo devido à paragem imposta pelo Covid-19. Os números da Associação Automóvel de Portugal (ACAP) dão conta que saíram das fábricas nacionais 17 096 veículos, uma quebra de 46,1% face a março de 2019.

Era uma certeza à qual só faltava acrescentar os números certos. Nas contas do primeiro trimestre de 2020, os 77 204 veículos montados representam uma descida de 18,3% na comparação com o período homólogo. Voltando às contas de março, por segmentos, foram produzidos 13 686 ligeiros de passageiros (-47,1%), 3 203 comerciais ligeiros (-39,3%) e 207 veículos pesados (-61,1%).

A maior fábrica nacional, a Volkswagen Autoeuropa, produziu 12 457 viaturas em março (-47,8%), o que representa 72,9% de toda a produção nacional e 91% de todos os ligeiros de passageiros. Seguiu-se a PSA de Mangualde, com 4055 viaturas (-40%), isto é 23,7% da produção total portuguesa e 9% dos ligeiros de passageiros (nos comerciais ligeiros, os 2826 veículos saídos da fábrica foram 88,2% da produção do segmento em março).

Quanto às exportações, 98,2% dos veículos fabricados em Portugal em março tiveram como destino o mercado externo. A Europa continua a ser o mercado de referência, absorvendo cerca de 97,5% de tota a produção: Alemanha (19,4%), França (16,9%), Itália (15,7%), Espanha (11,2%) e Reino Unido (9,8%) estão, de acordo com a ACAP, no topo do ranking.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados