BMW Série 4 cabrio chega na primavera

P90400382 lowRes the all new bmw 4 se
BMW Cabrio Serie 4

Em março de 2021, com a primavera a trazer os primeiros raios de sol, o BMW Série 4 vai ter a versão Cabrio a ser lançada no mercado. Depois de M4 Coupé e M4 Competition, o modelo vai estar em destaque na gama da marca alemã ao longos próximos meses.

Se o tema é um descapotável, comecemos já pelo mais importante, a capota, na qual a BMW repete a aposta na lona em vez da opção retrátil em chapa. A opção dos construtores pela capota na mais tradicional lona justifica-se pelo compromisso de um melhor isolamento térmico, além da vantagem acrescida de conseguir manter mais capacidade na bagageira. No caso deste novo BMW Série 4 Cabrio, o espaço disponível na mala é, agora, de 300 litros (mais 80 litros) com a capota rebatida e de 385 litros (mais 15 litros) quando está fechada.
Em relação à estética, esta alinha, sem surpresa, pelo novo visual de família em que a grelha dianteira tem dimensões generosas, o conjunto ótico dianteiro recorre a tecnologia LED e as linhas são acentuadamente mais esguias.

Motores 2 litros asseguram entrada de gama

Quanto a motores, o modelo, na fase inicial de de comercialização, seis opções a gasolina e diesel, com quatro e seis cilindros. O propulsor quatro cilindros 2.0 a gasolina motoriza as versões 420i de 184 cv e 430i de 258 cv. A oferta a gasolina contempla ainda o 3.0 de seis cilindros de 374 cv do M440i xDrive.
A gama diesel arranca com o 2.0 de quatro cilindros 420d de 190 cv, a que se juntará mais tarde (julho de 2021 nos principais mercados) o 430d, que recorre a um 3 litros de seis cilindros com 286 cv de potência. Em novembro do ano que vem (mais uma vez consoante os mercados, isto pode variar), uma versão mais “musculada” deste motor, com 340 cv, dará vida ao M440d xDrive.

Todos os motores do novo BMW Série 4 Cabrio têm caixa automática Steptronic de oito velocidades. De destacar ainda que os motores de seis cilindros estão dotados com tecnologia mild hybrid (alternador/motor de arranque integrados), que permitem um adicional de potência de 11 cv ao mesmo tempo que reduzem consumos e emissões.

1 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recomendados